Paulista Cultural

Detalhes do evento

Com o objetivo de consolidar a Avenida Paulista como um importante corredor de arte e cultura da cidade de São Paulo, as instituições Casa das Rosas, Centro Cultural Fiesp, Instituto Moreira Salles, Itaú Cultural, Japan House São Paulo, Masp e Sesc Avenida Paulista promovem, no dia 11 de março, a primeira edição da Paulista Cultural. Inspirado no “Museum Mile”, que anualmente congrega os museus da 5ª Avenida, em Nova York, a iniciativa prevê uma programação especial e atividades gratuitas nas sete instituições participantes do evento.

Para estimular a visitação e o engajamento de públicos diversos com museus e centros culturais da Avenida, a Paulista Cultural realizará um intercâmbio pioneiro entre os espaços. Durante o segundo domingo de março, cada instituição abrigará atividades de outra, visando proporcionar aos visitantes uma verdadeira imersão cultural ao longo dos quase 3 km deste novo eixo da cidade.

A iniciativa é apoiada pelo futuro morador do endereço, o Sesc Avenida Paulista, e recebe também outros sete espaços que realizarão programação paralela. São eles: Cineart – Conjunto Nacional, Caixa Belas Artes, Espaço Cultural Conjunto Nacional, Espaço Itaú de Cinema, Instituto Cervantes São Paulo, Livraria Cultura/Fnac, Mirante 9 de Julho e Teatro Gazeta.

Programação no Masp

Shows
12h Samba de Roda Garoa do Recôncavo da Casa Mestre Ananias
16h Geovana

Oficinas
1) Ilha Percussiva – Coletivo Candeia
A “Ilha Percussiva” é um espaço de interação com a musicalidade afro-brasileira através dos instrumentos de percussão. Experimentando diversos timbres e sonoridades de tambores, ferros e chocalhos, o público é convidado a interagir com esses instrumentos, tocando e improvisando a partir de ritmos tradicionais como maracatu, bumba-meu-boi, tambor de crioula, jongo e samba.
Classificação: Livre

2) Balé Popular Cordão da Terra
O Balé Popular Cordão da Terra, criado em 2012, surgiu a partir de oficinas de confecção de instrumentos musicais e formação de cortejos, no bairro do Belém na cidade de São Paulo. Através da realização de pesquisas, vivências e oficinas o grupo constitui-se em um balé popular, apresentando diversos espetáculos e intervenções voltados para a dança e a musicalidade das manifestações tradicionais brasileiras.
Classificação: Livre

3) Splashcletas
As splashcletas são três bicicletas adaptadas para funcionarem como “máquinas” de pintura. Trata-se de uma intervenção que propõe aos participantes uma experiência de criação visual colaborativa. As pinturas produzidas são colocadas em um varal e depois de secas podem ser levadas para casa pelos seus criadores.
Classificação: Livre
Horários: 10h – 13h / 14h – 17h

4) Cavalete Andante
A partir da interação com o espaço, o Vão livre é transformado em um ateliê aberto. Com o objetivo de explorar possibilidades e vivenciar a pintura acrílica, convidamos os participantes a experimentarem diversos e inusitados suportes como espelhos, guarda chuvas, madeiras e plástico translúcido e outros materiais.
Classificação: Livre
Horários: 10h – 12h0 / 13h – 17h

5) Ferramentaria de Santo
A oficina abordará a ferramentaria de santo, tradicional do continente africano e aqui reelaborada e contextualizada pelas religiões de matriz africana. As ferramentas de santo são artefatos fabricados para entidades afro-brasileiras ou como representações delas.
Classificação: 12 anos
Horários: 10h10 / 13h20 / 15h20
Duração: 1h50
Capacidade 15 pessoas

6) Estação Utopia da Memória
Peça-instalação onde fragmentos da memória social do Brasil são narrados, cantados, declamados, encenados e lembrados. Um fluxo do futuro-passado-presente que se entrelaça com a trajetória artística da Estudo de Cena. Canudos, Cangaços, Marianas, Eldorados, Carandirus… cicatriz, rastro vermelho, espaços do lembrar, campos de batalha.
Classificação: 12 Anos
Horários: 10h30 / 11h10 / 13h30 / 14h30 / 15h10
Duração: 30 minutos
Capacidade 15 pessoas

7) Furoshiki: a arte milenar japonesa de envolver objetos com tecidos
Em parceria com a JAPAN HOUSE São Paulo, a oficina ‘Furoshiki: a arte milenar japonesa de envolver objetos com tecidos’, comandada por Sandra Fukada, diretora da loja FUROSHIKI, abordará a história e técnica japonesa de amarração com tecidos quadrados.
Classificação: A partir de 12 anos
Horários: 14h / 15h
Duração: 1 hora
Capacidade 16 pessoas

Inscrições presenciais
Paulista Cultural
11.3.2018
10h às 18h
Oficinas e shows: Gratuito (vão livre MASP)
Exposições: O Museu terá entrada gratuita das 10h às 18h